Você faz parte dessa história

MEMÓRIAS


Legenda

1 - Prefeitura assina contrato para remodelação do Largo do Liceu de Goiânia

Prefeitura assina contrato para remodelação do Largo do Liceu de Goiânia

 12:56  1 Comments A+ a-

A Prefeitura de Goiânia está investindo cerca de R$ 300 mil reais na execução de serviços de remodelação e construção da Praça Linear do Largo do Liceu de Goiânia, no Centro. A assinatura do contrato foi realizada ontem (dia 18) pelo secretário municipal de Turismo, Euler Morais, e hoje (dia 19) pelo prefeito Iris Rezende Machado. "O Liceu de Goiânia representa um símbolo da Capital do Estado, de cultura e de civismo. A Praça do Largo do Liceu será mais um espaço público importante para o lazer e o bem-estar em Goiânia", avalia Euler Morais.

Os recursos foram obtidos através de emenda parlamentar do deputado federal Luiz Bittencourt (PMDB). Segundo Vicente Souto Júnior, sócio da Marsou Engenharia, empresa vencedora da licitação realizada no ano passado, as obras terão início o mais cedo possível e devem ficar prontas até junho. A fiscalização das obras será realizada pela secretaria de Infraestrurura.

O Liceu de Goiânia é um patrimônio nacional, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Fundado em novembro de 1937, por suas salas de aula já passaram personalidades da história contemporânea de Goiás, como Henrique Meirelles, Alcides Rodrigues, Pedro Wilson, Iris Rezende Machado, além de escritores e artistas reconhecidos como relevantes à literatura e às artes, no Estado e no País.

Fonte: Secretaria Municipal de Turismo   http://www.gynbr.com.br/2010/01/prefeitura-assina-contrato-para.html 



Liceu de Goiânia, 80 anos!

O Liceu de Goiânia, em bico-de-pena do talentoso artista vila-boense Di Maralhães



Sempre sob a Águia


Dedico esta fala, muito especialmente, ao poeta e acadêmico Emílio Vieira das Neves, com quem compartilhei os bancos liceanos a partir de 1963.

Em novembro de 2017, o Liceu comemorou 80 anos de sua chegada a Goiânia, O colégio, fundado em 1847 pelo presidente da província de Goiás, Barão de Ramalho, mas a população da antiga capital exigiu do governo que se restabelecesse a escola, o que se fez. Dividido geograficamente, o Liceu continuou sua História – lá e aqui.Propus à Academia Goiana de Letras uma visita ao Colégio para festejar a efeméride, mas o adiamento foi inevitável. Na quarta-feira da semana que se encerra, 25 de abril, estivemos lá e coube-me saudar os estudantes, professores e a História, o que fiz aproximadamente no teor seguinte: